Isaías 50

1 Assim diz o Senhor:
“Onde está a certidão de divórcio de sua mãe
Com a qual eu a mandei embora?
A qual de meus credores
Eu vendi vocês?
Por causa de seus pecados
Vocês foram vendidos;
Por causa das transgressões de vocês
Sua mãe foi mandada embora.

2 Quando eu vim, por que
Não encontrei ninguém?
Quando eu chamei,
Por que ninguém respondeu?
Será que meu braço era curto demais
Para resgatá-los?
Será que me falta a força para redimi-los?
Com uma simples repreensão
Eu seco o mar,
Transformo rios em deserto;
Seus peixes apodrecem por falta de água
E morrem de sede.

3 Visto de trevas os céus
E faço da veste de lamento a sua coberta”.

4 O Soberano, o Senhor, deu-me
Uma língua instruída,
Para conhecer a palavra
Que sustém o exausto.
Ele me acorda manhã após manhã,
Desperta meu ouvido para escutar
Como alguém que está sendo ensinado.

5 O Soberano, o Senhor,
Abriu os meus ouvidos,
E eu não tenho sido rebelde;
Eu não me afastei.

6 Ofereci minhas costas
Àqueles que me batiam,
Meu rosto àqueles
Que arrancavam minha barba;
Não escondi a face da zombaria E dos cuspes.

7 Porque o Senhor, o Soberano, me ajuda,
Não serei constrangido.
Por isso eu me opus firme
Como uma dura rocha
E sei que não ficarei decepcionado.

8 Aquele que defende o meu nome
Está perto.
Quem poderá trazer acusações contra mim?
Encaremo-nos um ao outro!
Quem é meu acusador?
Que ele me enfrente!

9 É o Soberano, o Senhor, que me ajuda.
Quem irá me condenar?
Todos eles se desgastam
Como uma roupa;
As traças os consumirão.

10 Quem entre vocês teme o Senhor
E obedece à palavra de seu servo?
Que aquele que anda no escuro,
Que não tem luz alguma,
Confie no nome do Senhor
E se apoie em seu Deus.

11 Mas agora,
Todos vocês
Que acendem fogo
E fornecem a si mesmos tochas acesas
Vão, andem na luz de seus fogos
E das tochas que vocês acenderam.
Vejam o que receberão da minha mão:
Vocês se deitarão atormentados.