Jonas 2

1 Dentro do peixe, Jonas orou ao Senhor, o seu Deus.

2 E disse:
“Em meu desespero clamei ao Senhor,
E ele me respondeu.
Do ventre da morte gritei por socorro,
E ouviste o meu clamor.

3 Jogaste-me nas profundezas,
No coração dos mares;
Correntezas formavam um turbilhão
Ao meu redor;
Todas as tuas ondas e vagas
Passaram sobre mim.

4 Eu disse: Fui expulso da tua presença;
Contudo, olharei de novo
Para o teu santo templo.

5 As águas agitadas me envolveram,
O abismo me cercou,
As algas marinhas
Se enrolaram em minha cabeça.

6 Afundei até chegar aos fundamentos
Dos montes;
À terra embaixo, cujas trancas
Me aprisionaram para sempre.
Mas tu trouxeste a minha vida
De volta da sepultura,
Ó Senhor meu Deus!

7 “Quando a minha vida já se apagava,
Eu me lembrei de ti, Senhor,
E a minha oração subiu a ti,
Ao teu santo templo.

8 “Aqueles que acreditam
Em ídolos inúteis
Desprezam a misericórdia.

9 Mas eu, com um cântico de gratidão,
Oferecerei sacrifício a ti.
O que eu prometi
Cumprirei totalmente.
A salvação vem do Senhor”.

10 E o Senhor deu ordens ao peixe, e ele vomitou Jonas em terra firme.