Miquéias 6

1 Ouçam o que diz o Senhor:
“Fique em pé,
Defenda a sua causa;
Que as colinas ouçam
O que você tem para dizer.

2 Ouçam, ó montes,
A acusação do Senhor;
Escutem, alicerces eternos da terra.
Pois o Senhor tem uma acusação
Contra o seu povo;
Ele está entrando em juízo
Contra Israel.

3 “Meu povo, o que fiz
Contra você?
Fui muito exigente? Responda-me.

4 Eu o tirei do Egito,
E o redimi da terra da escravidão;
Enviei Moisés, Arão e Miriã
Para conduzi-lo.

5 Meu povo, lembre-se do que Balaque,
Rei de Moabe, pediu
E do que Balaão,
Filho de Beor, respondeu.
Recorde a viagem que você fez
Desde Sitim até Gilgal,
E reconheça
Que os atos do Senhor são justos.”

6 Com que eu poderia comparecer
Diante do Senhor
E curvar-me perante o Deus exaltado?
Deveria oferecer holocaustos
De bezerros de um ano?

7 Ficaria o Senhor satisfeito
Com milhares de carneiros,
Com dez mil ribeiros de azeite?
Devo oferecer o meu filho mais velho
Por causa da minha transgressão,
O fruto do meu corpo
Por causa do pecado que eu cometi?

8 Ele mostrou a você, ó homem,
O que é bom
E o que o Senhor exige:
Pratique a justiça, ame a fidelidade
E ande humildemente com o seu Deus.

9 A voz do Senhor
Está clamando à cidade;
É sensato temer o seu nome!
“Ouçam, tribo de Judá
E assembleia da cidade!

10 Não há, na casa do ímpio,
O tesouro da impiedade
E a medida falsificada, que é maldita?

11 Poderia alguém ser puro
Com balanças desonestas
E pesos falsos?

12 Os ricos que vivem entre vocês
São violentos;
O seu povo é mentiroso
E as suas línguas falam enganosamente.

13 Por isso, eu mesmo os farei sofrer,
E os arruinarei
Por causa dos seus pecados.

14 Vocês comerão,
Mas não ficarão satisfeitos;
Continuarão de estômago vazio.
Vocês ajuntarão,
Mas nada preservarão,
Porquanto o que guardarem,
À espada entregarei.

15 Vocês plantarão, mas não colherão;
Espremerão azeitonas,
Mas não se ungirão com o azeite;
Espremerão uvas,
Mas não beberão o vinho.

16 Vocês têm obedecido
Aos decretos de Onri
E a todas as práticas da família de Acabe,
E têm seguido as tradições deles.
Por isso os entregarei à ruína,
E o seu povo ao desprezo;
Vocês sofrerão a zombaria das nações.”