Oséias 6

1 “Venham, voltemos para o Senhor.
Ele nos despedaçou,
Mas nos trará cura;
Ele nos feriu,
Mas sarará nossas feridas.

2 Depois de dois dias
Ele nos dará vida novamente;
Ao terceiro dia, ele nos restaurará,
Para que vivamos em sua presença.

3 Conheçamos o Senhor;
Esforcemo-nos por conhecê-lo.
Tão certo como nasce o sol,
Ele aparecerá;
Virá para nós como as chuvas de inverno,
Como as chuvas de primavera
Que regam a terra.”

4 “Que posso fazer com você, Efraim?
Que posso fazer com você, Judá?
Seu amor é como a neblina da manhã,
Como o primeiro orvalho
Que logo evapora.

5 Por isso eu os despedacei
Por meio dos meus profetas,
Eu os matei com as palavras
Da minha boca;
Os meus juízos reluziram
Como relâmpagos sobre vocês.

6 Pois desejo misericórdia
E não sacrifícios;
Conhecimento de Deus
Em vez de holocaustos.

7 Na cidade de Adão,
Eles quebraram a aliança
E me foram infiéis.

8 Gileade é uma cidade de ímpios,
Maculada de sangue.

9 Assim como os assaltantes
Ficam de emboscada
À espera de um homem,
Assim fazem também
Os bandos de sacerdotes;
Eles assassinam na estrada de Siquém
E cometem outros crimes vergonhosos.

10 Vi uma coisa terrível na terra de Israel.
Ali Efraim se prostitui,
E Israel está contaminado.

11 “Também para você, Judá,
Foi determinada uma colheita
Para quando eu trouxer de volta
O meu povo.